Trabalho Escravo - Quantos escravos trabalham para você?

Data de Publicação: 
21/12/2011 - 21:50

 

Você acredita que a sociedade brasileira é envolvida ou omissa com o tema do trabalho escravo? O Brasil precisa de uma segunda Abolição da Escravidão?    

 

 ?

Responda e reflita conosco: você imaginaria que aquele delicioso bolo de fubá feito pela sua mãe ou pela sua esposa, tem ingredientes produzidos através do trabalho escravo no Brasil?

Por Ivan de Moraes

O açúcar que você adiciona no cafezinho, tem boas chances de ter vindo de produção canavieira, usando trabalhadores em regime escravocrata, bem como o álcool que é utilizado como combustível no seu automóvel. Mas, não se pense que apenas produtos do agronegócio encerram essa lista; nas áreas urbanas das grandes metrópoles também há produtos produzidos em regime de escravidão, neste caso, principalmente, da confecção de vestuário. O tênis de “marca”, as camisetas de grife, as calças jeans compradas muitas vezes por preços caríssimos, podem ter sido confeccionados em regime de escravidão em oficinas de áreas urbanas. 

O problema, é claro, não existe só no Brasil. Estima-se que há 27 milhões de pessoas trabalhando em condições análogas à escravidão em várias partes do mundo. E nestes tempos de globalização, é quase certo que alguns dos produtos que você consome tenha a mão de alguns deles. A Fair Trade Fund, ONG da Califórnia presidida por Justin Dillon, criou um programa disponível em http://slaveryfootprint.org que se propõe calcular sua “pegada” escravista. Ou seja, quantos escravos trabalharam para você em alguma parte do mundo.                 

Apresentação: "Rio + 20: que significado tem o Brasil, debater a Economia Verde, se ainda NÃO expurgamos o câncer do trabalho escravo na nossa sociedade?" http://www.economiaviva.com.br/node/432

Acesse também "Lista de Escravocratas Brasileiros: http://www.economiaviva.com.br/node/434

Segue link para o Programa “A Liga” sobre trabalho escravo exibido no dia 16 de agosto de 2011.

http://www.youtube.com/watch?v=nFZMS1sxPaU 

ai