Projeto Nacional de Comercialização Solidária

Data de Publicação: 
13/03/2011 - 13:45

A UBEE-UNBEC/IMS é responsável direta pela execução do Projeto Nacional de Comercialização Solidária no Brasil, ação promovida pelo governo federal que tem como objetivo central construir um espaço de referência, de suporte, de integração e de fortalecimento para a comercialização em Economia Solidária no país.

O Projeto está sendo implementado por intermédio do diálogo permanente da UBEE/IMS com a SENAES/MTE e com o FBES. O Projeto é demanda direta identificada com o mapeamento do Sistema de Informações da Economia Solidária (SIES), em 2007.

Tem como principais estratégias:
1. O levantamento de informações úteis à comercialização justa e solidária; a preparação de empreendimentos econômicos solidários (EES) para adequação aos princípios e critérios do Sistema Nacional de Comércio Justo e Solidário (SNCJS);
2. a promoção e articulação do SNCJS junto a atores governamentais e da sociedade civil nacional e internacional;
3. a promoção de ações que contribuam para a comercialização direta;
4. o fortalecimento de redes e cadeias produtivas; e
5. a produção, sistematização e disseminação de metodologias, informações e materiais pedagógicos sobre a temática.
Uma equipe nacional e 20 articuladores e articuladoras estaduais são responsáveis por mobilizar e integrar agentes sociais locais no processo de ativação do Projeto. É esta equipe que estará à frente do trabalho de mobilização em torno dos objetivos do Projeto.
A base de trabalho do Projeto Nacional de Comercialização Solidária está dividida nas metas:
Capacitações sobre a temática
A execução da meta prevê o fortalecimento de redes e cadeias produtivas por intermédio de capacitações, encontros e seminários. Serão dois seminários nacionais, um sobre Comercialização e outro sobre o SNCJS. Dois encontros nacionais debaterão pontos fixos e marcas e outros cinco seminários regionais buscarão integrar e articular ações estratégicas para comercialização justa e solidária.
Divulgação e comercialização dos produtos e serviços de EES em feiras
Prevê a realização de ações de promoção da comercialização direta dos produtos e serviços de EES, por meio da realização de feiras de Economia Solidária microrregionais (65), estaduais (10) e internacionais (02).
Apoio à estruturação do SNCJS
A meta é preparar EES para adequação aos princípios e critérios do SNCJS. Inicia a partir da realização de diagnósticos, elaboração de planos de adequação, melhoria e articulação de parceiros relacionados a finanças solidárias para garantia da execução dos planos, de forma a resultar na adesão dos EES à categoria de selo organizacional do SNCJS, que qualifica e reconhece empreendimentos que contribuam para concretização de relações comerciais mais justas e solidárias.
Diagnósticos e levantamento de informações sobre comercialização dos produtos e serviços dos EES
Está prevista realização de pesquisas para melhor compreensão do cenário da comercialização e a primeira delas é uma análise sócio-econômica do SIES. Outra pesquisa fundamental é o mapeamento das marcas de Economia Solidária. Também está previsto levantamento dos pontos fixos de comercialização e um mapeamento das cadeias produtivas solidárias no Brasil para melhor compreensão e articulação das mesmas, no intuito de contribuir com o fortalecimento da comercialização.
FONTE: Instituto Marista de Solidariedade
www.ims.org.br